terça-feira, 24 de janeiro de 2017

O Metro


Nas minhas deslocações do dia a dia, utilizo dois transportes públicos, o autocarro e o metro. O autocarro é o primeiro transporte que apanho e felizmente consigo entrar bem e até ir sentada do principio ao fim da viagem, o mesmo não posso dizer do segundo transporte que apanho até ao local de trabalho, o metro. 

O metro, todo ele dá uma novela, principalmente de manhã que é a pior altura e que nestes dias tem estado um caos, ou melhor, desde que comecei a usar este transporte no meu dia a dia de trabalho que só na altura do verão é que vi alguma melhoria, mas não muita. Assim que se coloca um pé na entrada do metro já ouvimos aquela senhora a falar em perturbações, depois quando chego à plataforma é um mar de pessoas sem fim e que se atropelam para entrar na carruagem, muitas vezes tenho ficado à espera do próximo na esperança de ser melhor, mas não é. Quando se está a entrar na carruagem há sempre empurrões e quando se entra lá vamos todos coladinhos uns aos outros e para sair na estação certa é agarrar na mala, na marmita e/ou no saco e tentar furar o mais depressa possível para não ir parar a outra estação, confesso que até agora só me aconteceu uma vez, foi-me de todo impossível conseguir sair.

Estas viagens de metro, logo a começar o dia são tudo menos agradáveis e estão cada dia pior...

2 comentários:

  1. Cada dia está pior, é incrível a falta de profissionalismo existente..
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Quando ia para a faculdade, apanhava o metro do Porto e sim, é uma loucura de manhã, nas diversas linhas existentes. Mas por aqui, os autocarros não são melhores cenários.

    ResponderEliminar

Planta qualquer coisinha por aqui, todos são bem vindos (: